Rabat

Rabat Marrocos

Rabat Marrocos

Rabat

Rabat é a capital de Marrocos desde 1956. Situa-se no noroeste do país, na Costa Atlântica, assentando na margem esquerda da foz do rio Bouregreg. Do outro lado do rio fica Salé, a sua “cidade gémea”.

Rabat está cheia de surpresas e locais impressionantes para se visitar. Tem um passado rico mas é também um lugar cosmopolita onde habitantes marroquinos e de todo o mundo se misturam com diplomatas das embaixadas e turistas.

Recentemente inserida na lista UNESCO de Património Mundial da Humanidade com a distinção “Rabat, capital moderna e histórica: um Património Comum”, vale a pena fazer uma viagem a esta cidade. A arquitectura colonial extremamente interessante e as largas avenidas com palmeiras são um pouco o cartão de visita da capital de Marrocos.

Apesar da sua importância a nível económico e administrativo, Rabat é descontraída e agradável. Muito mais tranquila do que Casablanca, por exemplo.

Uma visita a Rabat implica conhecer a medina, onde os não-marroquinos passam mais despercebidos do que no resto do país. Os destaques para passeio são as ruas estreitas, as galerias de arte e as espectaculares vistas sobre o oceano.

Os monumentos datam de épocas em que diferentes povos dominaram o território onde está Rabat: Fenícios, Romanos, Almóadas e Merenidas. Para além de ir descobrindo estes testemunhos enquanto se caminha descontraidamente pela cidade, é preciso visitar o Casbá de Oudaya, a necrópole de Chellah, o impressionante Mausoléu Mohammed V e a Torre Hassan.

O interesse em visitar Rabat não se esgota na História e nas vistas. Há que experimentar também os excelentes restaurantes e a descontraída vida nocturna no subúrbio de Agdal.